13.3.09

Partido Pirata

O Partido Pirata quer eleger um eurodeputado já no próximo escrutínio para o Parlamento Europeu.

O movimento nasceu há três anos na Suécia (que não pára de nos surpreender), e entretanto já se expandiu a vários outros países. Defendem a reforma do copyright, a abolição do sistema de patentes, e o respeito pelo direito à privacidade. Em terra de cegos quem tem olho é rei, e mesmo com pala num deles, não hão-de faltar piratas com vontade de reinar. Sítio oficial do Piratpartiet, em sueco ou inglês.

2 comentários:

Cris... disse...

Ena, estes suecos são demais...
Depois de Foder...

Bruno disse...

A Suécia é que está a dar.
Aliás, é por isso que gostamos tanto de jogar à sueca.