12.3.10

Rir em causa própria

Fico sempre com um pé atrás em relação àquelas pessoas que não sabem rir de si mesmas, aquelas pessoas enchouriçadas na sua presença, incapazes de cultivar uma visão crítica sobre o seu próprio estado. Só a capacidade de rirmos em causa própria permite que assimilemos a realidade que nos circunda. É um sinal de inteligência.

4 comentários:

Gingerbread Girl disse...

Penso EXACTAMENTE isso!! :o

Acho verdadeiramente insuportáveis as pessoas assim. :s

Aliás... nem me dou com ninguém assim. -.-'

*

Bruno disse...

São pessoas extremamente sensíveis e que facilmente se inflamam, não conseguem desligar-se do seu Eu e perdem essa capacidade angular de observar a uma certa distância a sua própria realidade.

Existem duas categorias de pessoas: as que se riem de si mesmas, e as que não são capazes de o fazer.

Ok, existem quatro, lembrei-me de outras duas: as que devolvem a saudação quando lhes dizemos "bom dia", e as que sei deixam levar pelo ridículo de permanecer mudas quando alguém as cumprimenta.

Maya disse...

Boa-noite, er ... momento que vou sou ali espreitar se o sol ainda pisca o olho ou se já se deitou com o mar ... já! Boa-noite!

Isso de não se rirem tem a ver com rugas e rídulas e ... enfim!

x

Bruno disse...

Maya, boa noite...

Gosto muito da palavra rídula (também gosto de rúcula). E, já agora, deixe-me dizê-lo, também aprecio com bastante fulgor as suas predições astrológicas.